Sex, 15 Nov 2019
21:30

Igreja da Misericórdia

Classificação Etária: Todos
Gratuito



Música

FÓS 2019 | Coro e Órgão

II Festival de Órgão de Santarém 2019
Programa Concerto Coro e Órgão 15 de Novembro

Igreja da Misericórdia, 21h30

Coro e Órgão

Moços do Coro, direção de Nuno Almeida

Jorge Garcia (Espanha), órgão

Orlando di Lasso (1532 – 1594), Prophetiae Sibyllarum

Improvisações – Jorge Garcia (1985*)

Carmina Chromatico

Órgão – improvisação sobre motete

Sibylla Persica: Virgina matre satus

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Libyca: Ecce dies venient

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Delphica: Non tarde veniet

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Cimmeria: In teneris annis

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Samia: Ecce dies, nigras

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Cumana: Jam mea certa manent

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Hellespontiaca: Dum meditor quondam

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Phrygia: Ipsa Deum vidi

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Europaea: Virginis aeternum

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Tiburtina: Verax ipse

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Erythraea: Cerno Dei natum

Órgão – Improvisação sobre motete

Sibylla Agrippa: Summus erit sub carne status

Órgão – Improvisação sobre motete

Choir and Organ Concert Programme – 15th of November

Igreja da Misericórdia (Church), 9:30 p.m.

Choir and Organ

Moços do Coro (Choir), conducted by Nuno Almeida

Jorge Garcia (Spain), organ

Orlando di Lasso (1532 – 1594), Prophetiae Sibyllarum

Improvisações – Jorge Garcia (1985*)

Carmina Chromatico

Organ – Improvisation on motet

Sibylla Persica: Virgina matre satus

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Libyca: Ecce dies venient

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Delphica: Non tarde veniet

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Cimmeria: In teneris annis

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Samia: Ecce dies, nigras

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Cumana: Jam mea certa manent

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Hellespontiaca: Dum meditor quondam

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Phrygia: Ipsa Deum vidi

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Europaea: Virginis aeternum

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Tiburtina: Verax ipse

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Erythraea: Cerno Dei natum

Organ - Improvisation on motet

Sibylla Agrippa: Summus erit sub carne status

Organ - Improvisation on motet

Ensemble Moços do Coro

Sediado no Porto, este ensemble assume, como principal missão artística, a defesa do Património Musical Português. Desenvolve, no ano de 2018, um projeto intitulado Da herança à criação, que fez memória dos 400 anos da morte do crúzio D. Pedro de Cristo. Desta feita, estreia um total de oito obras, estabelecendo o diálogo constante entre a herança que nos fora deixada por tão saudoso compositor renascentista, e a criação de quatro preclaros compositores portugueses nossos contemporâneos.

Já têm sido vários os projetos que desenvolve, por vezes, de características tão contrastantes, que se torna necessária a adaptação dos elementos (tanto em número como nas áreas de especialização), levando ao leque rico de intérpretes com o qual este grupo conta.

Em linha com o compromisso dos Moços do Coro, o ensemble já participou e realizou concertos em vários festivais e cidades do país (como o VII Ciclo Requiem de Coimbra), procurando preservar e divulgar a Música Portuguesa.

The ensemble, based in Porto, has as its main artistic mission the protection of the Portuguese Musical Heritage. In 2018, the ensemble has started a project called "Da herança à criação" (From heritage to creation) in memory of D. Pedro de Cristo, to celebrate the 400th anniversary of his death. From this project, a total of 8 books were written establishing a connection between the heritage left by this composer and the creation of four contemporary and famous Portuguese composers. The ensemble develops so many projects with such a variety of features that sometimes the members need to adapt (both in number and fields of specialization), which leads to the vast group of interpreters on this group.

Following the compromise with Moços do Coro, the ensemble has already participated and performed concerts in several cities in the country (such as the VII Ciclo Requiem in Coimbra), always trying to preserve and promote Portuguese Music.

Nuno Miguel de Almeida

Nascido no Porto em 1993, iniciou os seus estudos musicais com 4 anos. Aos 11 anos, ingressa no Conservatório de Música do Porto, onde, após frequentar o curso de Piano, conclui o curso complementar em Órgão, Literatura e Órgão improvisação/acompanhamento na classe do Prof. Dr. Paulo Alvim.

Na Universidade de Aveiro, conclui a Licenciatura em Direção, Teoria e Formação Musical, e o grau de Mestre em Direção Coral sob orientação do Prof. Dr. Vasco Negreiros, onde desenvolve o projeto Da herança à criação – Magnificat, publicando pela AvA Musical Editions um total de oito obras renascentistas (sob sua transcrição e edição crítica) e contemporâneas de preclaros compositores portugueses.

De 2016 e 2019, assume a Direção Artística do Coro Orfeão de Leiria. Atualmente, é Maestro da Schola Cantorum da Colegiada de Cedofeita (Porto), onde também é organista (2005-) e procura repor, ao serviço da prática litúrgica, o Canto Gregoriano, e Maestro titular e membro fundador dos Moços do Coro.

Nuno Almeida was born in 1993, in Porto. He started his music lessons at 4 years old and, at the age of 11, he entered the Conservatório de Música do Porto, where he took lessons in the Piano course and afterwards finished the Complementary Degree in Organ, Literature and Organ improvisation/accompaniment with Professor Paulo Alvim.

He holds a degree in Conducting, Theory and Musical Training and a Masters in Choral Conducting under the guidance of Professor Vasco Negreiros at Universidade de Aveiro. During this Masters he developed the project "Da herança à criação − Magnificat", and published a total of eight Renaissance books by AvA Musical Editions (with his transcription and critical edition) that are also contemporary of prestigious Portuguese composers.

From 2016 to 2019, he was in charge of the Artistic Conducting of the Coro do Orfeão de Leiria. Today, Nuno Almeida is a conductor and organist (2005-) at the Schola Cantorum da Colegiada de Cedofeita (Porto), where he tries to restore Gregorian Chant, and he is also the conductor and founding member of Moços do Coro.

Jorge Garcia (Espanha)

Iniciou sua formação musical em Salamanca (piano, órgão e tecla). No Schola Cantorum Basiliensis, estudou mestres de interpretação (órgão) e improvisação. Desde a infância, teve uma intensa carreira como intérprete de concertos, tocando em diferentes continentes e vencendo competições nacionais e internacionais de piano e órgão. É convidado para os mais importantes festivais e cursos de improvisação e interpretação de órgãos, combinando-o com o ensino no Conservatório Superior de Castela e Leão (improvisação histórica e baixo contínuo) e Tordesilhas (órgão histórico e improvisação). Atualmente, também está envolvido na investigação da interpretação da música clássica espanhola e da pedagogia da improvisação. É coordenador da Academia Internacional de Órgãos de Tordesilhas.

Jorge Garcia started studying music in Salamanca (piano, organ and keyboard). While he was at Schola Cantorum Basiliensis, he did his Masters in interpretation (organ) and improvisation. Ever since he was a child, Jorge Garcia had an intense career, performing in several continents and winning national and international piano and organ competitions. He was invited to the most important festivals and organ improvisation and interpretation courses. He combined that with his teaching job at the Conservatorio Superior de Castilla y Léon (historical improvisation and basso continuo) and Tordesilhas (historical organ and improvisation). Nowadays, Jorge Garcia is involved in research of Spanish classical music interpretation and pedagogy of improvisation, and he is also the coordinator of the Academia Internacional de Órgano de Tordesillas (Music School).
FÓS 2019 | Coro e Órgão